Visualizando 5 posts - 1 até 5 (de 5 do total)
  • Autor
    Posts
  • #24369
    Rémy Verganista
    Participante

    1. Para que servem as plantas?
    As plantas não só são importantes na perspetiva da biologia, pois nutrem o solo e são responsáveis pela fixação do dioxido carbono atmosférico. Contudo, tem bastantes utilizações na culinária, medicina, etc, tal como também servem de alimento para outros animais. As plantas têm várias utilidades, daí serem de grande importância, sem elas muitas especies de animais e insetos seriam extintos.
    2. Onde as utilizo?
    Tomo maca em pó, nos smoothies; já tomei Ginseng em forma de comprimidos, ou Arando na prevenção de infeções urinárias.
    Na cozinha, utilizo ervas aromáticas, sendo vegetariana gosto de explorar muito os sabores das especiarias.
    3. Lembro-me de alguma mezinha utilizada antigamente? Se sim, para que servia?
    cresci sem presença dos meus avós, pelo que já não estavam vivos, mas também não tive contacto durante a minha infância nem juventude com as plantas.
    cresci num sitio rodeado de natureza, no entanto, não havia um contacto com as plantas à minha volta.

    #24379
    Sara Crespo
    Participante

    1-As plantas servem praticamente para tudo, desde oxigénio, sombra, alimento, sabor, terapia, tratamento e até mesmo para elaboração roupa, casas ou abrigos… As plantas estão em tudo e com todos, mesmo que passem despercebidas

    2- utilizo plantas maioritariamente em chás e temperos, além claro da alimentação em si.

    3- hortelã para digestão, erva são Roberto para dores estômago, cidreira, Lúcia lima para acalmar, malvas para infecções

    #24519

    1. Para que servem as plantas?
    As plantas colaboram-nos de várias maneiras:
    – Transformam o dióxido de carbono em oxigénio
    – Servem de alimento para muitos seres vivos, como nós
    – Temos plantas de uso ornamental, medicinal e comercial.
    – Controlam a temperatura e a umidade do ambiente
    – Também nos podem fazer sombra
    – Delas podemos obter o fabrico de medicamentos e cosméticos
    -…
    2. Onde as utilizo?
    – Podemos usa-las em tisanas, tinturas, infusão, decocção, maceração, compressa, xaropes,
    – Usos alimentares, na elaboração de alguns alimentos
    – Como condimento na alimentação
    – Uso industrial
    -…
    3. Lembro-me de alguma mezinha utilizada antigamente? Se sim, para que servia?
    Lembro-me que quando era mais pequena e tinha tosse a minha avo me preparar o xarope de cenoura e o açúcar
    Outro era a cidreira quando me queixava da barriga, “ toma chazinho de cidreira” que não faltava em casa por que se encontrava facilmente pelos campos.

    #24595
    Sofia Duarte
    Participante

    1. As plantas fornecem alimento a muitas espécies de animais, fornecem oxigénio e matéria orgânica para o solo, servem de lar e abrigo, matéria-prima para inúmeros fins: terapia, tinturaria, culinária, cosmética, fibras para fabrico de tecidos, decoração, protecção dos solos e até para o romance.

    2. Utilizo muitas ervas aromáticas e especiarias em todas as refeições que preparo, sempre pelo sabor, mas muitas vezes pelos benefícios, principalmente ao pequeno-almoço. Faço também bastantes infusões de acordo com o que quero obter: melhor digestão, ressaca, cabeça cansada, dores nas articulações, falta de energia, etc.

    3. O meu avô era o que eu acho que se pode chamar de ervanário (desconheço o termo correcto). Ele elaborava fórmulas terapêuticas para a Ervanária do Cacém. Tenho algumas das receitas ainda com os rótulos originais e, apesar de não o ter conhecido, tomei sempre contacto com as plantas medicinais através da minha avó ou a ajudar a empacotar as ervas secas na ervanárias durante as férias da escola.
    A minha avó costumava defumar no fogão uns raminhos de alecrim, salva e alfazema e dizia que era para afastar os maus espíritos. Eu ria-me muito até ter descoberto há meia dúzia de anos um texto do José Salgueiro em que referia este processo como sendo eficaz para eliminar os germes do ar.
    De resto sempre fui habituada a beber infusões, principalmente a Erva Príncipe, mas também a Tília quando estava com gripe, a cidreira à noite e lembro-me de o meu pai fazer, de vez em quando, 2 ou 3 dias seguidos a beber infusão de Pau d’Arco para limpar o sangue.

    • Esta resposta foi modificada 6 meses, 1 semana atrás por Sofia Duarte.
    #25403
    Joana Sousa
    Participante

    De que forma uso as plantas:
    – Através de utilização regular dos Óleos Essenciais, infusões e em alguns suplementos que faço pontualmente.

    Mezinhas:
    – A agua das malvas era uma constante na casa da minha avó que a usava para tudo. As pomadas balsâmicas que eram usadas para todo o tipo de dores e entorses, sempre acompanhadas de uma reza 😊… para ajudar… E as várias infusões e xaropes que não faltavam quando havia uma constipação, gripe ou mesmo uma indisposição. A dor de garganta costumava ser curada com mel e limão aquecido, e a tosse com um xarope de cenoura e uma infusão de tomilho…
    A arruda era plantada no quintal de casa para limpar o ambiente e deixar bem longe todos os que não quisessem bem à familia…

Visualizando 5 posts - 1 até 5 (de 5 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.