#13805
Ana Cid
Participante

Olá a todos,

tinha criado um post individual mas também me faz sentido irmos respondendo a um tópico só – assim gera mais interação e é mais fácil vermos as respostas uns dos outros.
Curioso como muitos usaram a mezinha do xarope de cenoura e açúcar. Também se usava lá em casa e acabei por dar muitas vezes ao meu filho,, tendo inclusivamente experimentado a versão com nabo e também a da cebola descascada no quarto para fazer parar a tosse. E não é que resultava?

Deixo então o meu post:

As plantas são fundamentais para a nossa sobrevivência. Enquanto alimento, aliadas medicinais, produtoras de oxigénio ou simplesmente belas e puras na natureza para regalo do nosso olhar.Não esquecendo que são também fonte de matéria prima.

Têm por isso inúmeros aplicações, mas honestamente para mim falar em plantas é falar em beleza, remete-me também para as mezinhas, para o aconchego dos chás e infusões.

Lembro-me que em nossa casa sempre havia uma planta e mezinha para qualquer coisa – São Roberto e a “dolce lima” como a minha avó lhe chamava, quando ficava mal disposta. Camomila, quando os nervos atacava. Mel e limão para as constipações.
O xarope de cenoura e açúcar amarelo, que tantas vezes repliquei cá em casa para dar ao meu filho…as folhas de couve que se aplicavam não sei onde para a febre…também me lembro que na casa da minha ama se faziam defumações com eucalipto e de o andar a apanhar – ela dizia que fazia bem aos pulmões mas eu desconfiava que aquilo era mais relacionado com o afastar de outros males e energias 
Lembro-me também de conversas com avós e outros familiares que tenho pena não ter fixado, onde se falava de plantas onde se apanhavam e que usavam assim e assado para curar feridas por exemplo.

Utilizo as plantas para alimentação, infusões e menos a nível ornamental. A minha casa tem características que não permitem que as plantas cresçam e se desenvolvam bem (ou sou eu que não sei cuidar delas). Uso infusões e não vou a lado nenhum sem as levar atrás, nomeadamente a hortelã-pimenta. Há anos que as infusões fazem parte da minha vida e vejo as plantas como um excelente aliado à prevenção e apoio na cura de doenças.